Jinwoo para Scene Playbill (12/16): O menino sem gravidade

O MENINO SEM GRAVIDADE

Pela primeira vez, Kim Jinwoo do WINNER recebeu um microfone que foi preparado exclusivamente para ele.
Coração de Kim Jinwoo é um nó de emoção e medo, nervos e ansiedade e ele começou a desvendar esse nó um por um, com cuidado e com calma.

Kim Jinwoo? Quando ouvi a notícia de que ele foi selecionado para o papel de protagonista de “O Pequeno Príncipe”, eu inclinei minha cabeça. Não havia nenhum rosto que aparecesse na minha mente imediatamente. A primeira razão foi a do fato de que eu não pensava em fazer nenhuma conexão entre a Companhia Nacional de Dança Contemporânea e um grupo de ídolos. Depois que me deram a dica de que ele era um membro do grupo WINNER, eu fui capaz de pensar em seu rosto. Mas mesmo assim, eu estava duvidando. Isso era porque Kim Jinwoo nunca foi associado realmente à frases como “o ídolo da dança” ou “o dançarino”.  Além disso, ao contrário dos outros membros do grupo que não escondem seus talentos e exibem ativamente seus encantos individuais, ele geralmente está ligeiramente para trás, sorrindo para eles. Kim Jinwoo fará dança contemporânea? Eu sinto que até seus fãs, que o conhecem melhor, ficaram surpresos com a notícia inesperada. Mas todas estas dúvidas diminuíram quando este jovem tímido entrou no estúdio. Isso porque o próprio Kim Jinwoo se parece muito com o Pequeno Príncipe, como se saísse do próprio livro de histórias. Não há dúvida de que Kim Jinwoo tem uma estranha semelhança com as ilustrações de Antoine de Saint-Exupéry. Do seu cabelo loiro aos seus olhos grandes e brilhantes, e até mesmo sua expressão facial perdida quando ele está sozinho. Felizmente, não fui eu quem descobriu essas semelhanças. “Meus membros e as pessoas ao meu redor me dizem que eu me pareço com o Pequeno Príncipe. É provavelmente por causa da cor do cabelo (risos). Sinto-me envergonhado, mas na verdade fico feliz. Eu tenho que fazer bem para satisfazer essas expectativas. Eu tenho que fazer bem para que mesmo quando tudo isso acabar, eu ainda tenha o apelido de O Pequeno Príncipe.”

A coragem do primeiro passo

“O Pequeno Príncipe” está trazendo-lhe muitos “primeiros”. Por exemplo, esta é a sua primeira vez promovendo sozinho. Ele nunca esteve no palco sozinho sem seus membros depois de estrear como WINNER. “Esta é a minha primeira vez participando de uma sessão de fotos tão tranquila, então eu me sinto constrangido e solitário. Onde quer que eu vá, eu estou com meus membros então os ambientes estão sempre barulhentos e agitados. Por outro lado, leva muito menos tempo para a sessão de fotos terminar em comparação quando estão todos os 5* de nós (N/T: Esta entrevista e sessão de fotos ocorreram antes do anúncio da saída do Taehyun) tem uma sessão de fotos, por isso é bom terminar a sessão de fotos quando o sol ainda está no céu (risos). Mas isso é o quanto eu preciso fazer bem, então eu sinto muito mais carga e responsabilidade.” Sua responsabilidade não está focada apenas ao gênero da dança contemporânea, ao contrário dos atores de musicais, é difícil encontrar ídolos que saibam dança contemporânea, o que provavelmente prova a grande diferença entre o gênero da dança contemporânea e a indústria ídolo. Parece que essa lacuna em si é um obstáculo que Kim Jinwoo deve superar. “Nos musicais, o significado pode ser entregue através de várias maneiras tais como músicas e linhas faladas, mas num drama de dança, o dançarino tem que expressar tudo apenas com o seu corpo. Isso era o que estava me deixando mais preocupado. Eu também estava com medo de saber se eu seria capaz de fazer bem.”

No entanto, “O Pequeno Príncipe” é tão encantador que ele voluntariamente deixou de lado todas as suas preocupações. Cada expressão facial e movimento contam na narrativa e isso é feito com cada dançarino que dança e cada movimento individual interconectado um com o outro para ilustrar uma coreografia grande, dirigida. Há uma mágica para a recriação dos muitos planetas diferentes que o Pequeno Príncipe visita com cores vibrantes e adereços detalhados no palco. Como Kim Jinwoo foi levado para este lugar desconhecido, ele se apaixonou com os encantos da dança contemporânea assistindo todos os vídeos das performances da Companhia Nacional de Dança que ele poderia ter em suas mãos. Ele ficou profundamente ciente de como as coreografias do WINNER e a dança de “O Pequeno Príncipe” eram de mundos completamente diferentes depois que ele começou a praticar. Se o objetivo da coreografia ídolo é acentuar a nitidez através de movimentos detalhados, os movimentos corporais da dança contemporânea são determinados apenas pelo dançarino. Em outras palavras, improvisação. Para Kim Jinwoo tirar esse conceito desconhecido de dentro dele, os dançarinos da companhia de dança, que também são seus professores, deram-lhe uma lição de casa no primeiro dia de prática. A lição de casa era ele descobrir o indefeso Kim Jinwoo. Ele tinha que organizar o que fazia quando estava sozinho e o que pensava quando estava sozinho. “Depois de voltar para o nosso dormitório naquele dia, eu pensei sobre essa tarefa e … Por favor, espere um momento, anotei tudo.” Ele tirou o telefone do bolso e depois de examinar suas anotações, ele começou a lê-las em voz alta. “Sair da zona de conforto enquanto estiver deitado. Ir ao banheiro. Comer uma refeição. Assistir TV” e os pensamentos que escrevi foram: “Estou entediado. Me sinto vazio. Estou com fome” e começamos a expressar essas coisas com meu corpo. Eles me disseram para expressá-los à minha maneira e que não importava se as pessoas poderiam ou não reconhecer o que eu estava expressando. Por exemplo, geralmente quando as pessoas são solicitadas a expressar fome, elas tocam sua barriga. Mas eu (movendo-se ativamente) virei meu peito assim e envolvi meus braços ao redor da minha barriga.” Os movimentos que ele criou foram analisados, conectados e depois se tornaram a dança do Pequeno Príncipe. Essa é a razão pela qual ele não pode ser ajudado mas para “Kim Jinwoo” o fluir de cada movimento do pequeno príncipe. Hoje em dia, ele é mais levado pela expressão de falta de gravidade de todas as coreografias na performance. Isso ocorre porque flutuar no ar é o movimento mais fundamental do Pequeno Príncipe como ele viaja para muitos planetas diferentes no universo. Por isso, esses dias, Kim Jinwoo anda com cuidado com os calcanhares para o ar no dormitório. “Mesmo fora da prática, eu pratico o sentimento de estar no espaço. Abro a porta e abraço meus gatos como se eu não tivesse gravidade. Eu tento levantar meus braços com esta sensação de flutuação e penso em como meus olhos devem viajar. Percebi que deixar meu corpo solto é mais difícil do que eu pensava. Quando não funciona bem, eu procuro vídeos sobre o espaço e pego algumas ideias enquanto os assisto. Recentemente, houve um episódio especial do ‘Infinite Challenge’ no espaço, então eu gostava de assistir a isso.”

Além de dançar, “O Pequeno Príncipe” mudou o ar que rodeia Kim Jinwoo. E ele está alegremente desfrutando desse ar fresco. “Eu fui à sala de prática da Companhia Nacional de Dança Contemporânea no Centro de Artes de Seul e foi realmente agradável. Havia até uma fonte (risos). Antes de estrear, eu praticava em salas subterrâneas que faltava luz solar e praticar em um lugar agradável como este realmente me faz sentir-me novo. O líder [da companhia de dança] e os professores não se afastam de mim, então sou capaz de praticar com um coração confortável”. Embora de repente se tornou o mais jovem/mais inexperiente membro da companhia de dança sendo o mais velho hyung em seu grupo, ele riu felizmente sobre isso. “Há realmente muitas coisas que eu tenho que me preocupar como o hyung mais velho. Eu não sou o líder, mas eu percebi que há coisas que eu tenho que fazer como o mais velho. Mas depois de me tornar o maknae, eu me sinto à vontade. Algo como mesmo se eu cometer um pequeno erro, eu sinto que as pessoas vão deixá-lo passar? E é legal porque parece que eu me tornei mais jovem. Haha.”

Provando Kim Jinwoo

Kim Jinwoo deseja que “O Pequeno Príncipe” seja o ponto de partida para se tornar uma pessoa maior e mais profunda. Ele declarou francamente que seu objetivo final é amadurecer como pessoa através de experiências significativas. “Eu ando no caminho de um cantor, mas eu acho que apenas cantar e dançar de acordo com o que é esperado de mim eu estaria prendendo-me à um limite. Não posso negar que não tive liberdade suficiente desde que entrei na minha agência quando tinha 20 anos e desisti da minha juventude (risos). Mas tentar atuar e desafiar-me na dança contemporânea naturalmente me leva a experimentar várias coisas. Acho que depois de experimentar coisas novas, meus pensamentos e sentimentos se tornarão mais profundos. Nesse sentido, acho que desafiar-me na dança contemporânea é uma chance para eu aprender muitas coisas.” Ele já se preparou para atitudes tendenciosas/negativas que é comum para celebridades que se desafiam em musicais e peças de teatro. “Eu acho que os artistas profissionais da dança moderna ou indústrias de ballet vão achar incomum eu ser parte disso. No entanto, vou me dedicar às práticas e executar de uma forma que não vai distanciá-los de mim. Eu não espero louvores como “ele se adaptou a este gênero” mas trabalharei duro para, pelo menos, não fazê-los sentir que há uma desconexão.”

No entanto, tudo o que falamos acima são as preocupações secundárias. Isso é porque o que ele desesperadamente espera é o palco em si. Depois que o WINNER terminou as promoções em março, faz 8 meses desde que ele esteve no palco para encontrar o público coreano. Seu coração bate rapidamente com apenas o pensamento de subir no palco que ele tanto ansiava. “Só o fato de que vou subir em um palco já me deixa feliz. Eu realmente desejava o palco. Embora seja um pouco triste que não será uma apresentação do WINNER. Eu quero me divertir tanto quanto eu esperei por este momento. Claro que é importante que eu vá bem, mas mais do que isso, meu maior objetivo é me divertir neste palco.” O que ele quer mostrar ao público no palco que ele esperava desesperadamente? Ao contrário de como ele tomou seu tempo respondendo a perguntas anteriores depois de muito pensamento e deliberação, ele teve uma resposta imediata, mas também clara para esta pergunta como se ele tivesse pensado sobre isso por um longo tempo. “[Eu quero mostrar] que Kim Jinwoo também pode fazer isso. O fato de eu ter a força para criar este tipo de performance e que há esse tipo de lado em Kim Jinwoo também. Quero mostrar às pessoas este lado de mim.” A determinação em seus olhos brilhantes parecia ser uma promessa para si mesmo mais do que para o público. Kim Jinwoo se apresentará em cinco performances e durante esse tempo, vamos vê-lo provar seu próprio domínio, tal como ele prometeu. E o público já está preparado para aceitá-lo com corações alegres. Assim como a raposa foi capaz de imaginar o cabelo dourado do Príncipe apenas por ver as ondas do campo de trigo dourado.


Fonte: Scene Playbill | Créditos: chrissy96_
Scans: @goduandme5
Tradução: Lucas | WINNER Brazil
Não retire sem os devidos créditos.

[fbcomments url="http://winnerbrazil.com/entrevistas/jinwoo-para-scene-playbill-1216-o-menino-sem-gravidade/" width="100%" count="off" num="5" countmsg="comentário (s)"]

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *