Fear (feat Taeyang)

Fear (feat Taeyang)

Letra: Mino, Zico | Composição: Zico, Poptime | Arranjos: Zico, Poptime

Quando olhei para trás
Eu tinha chegado mais longe do que eu pensava
Estava sozinho
De repente eu temia
Quando olhei para mim mesmo
Eu não sabia que estava exausto
Eu estava sozinho
E de repente eu temi

Você está indo bem, quando você se torna confuso
Como você tem feito até agora, apenas vá
Faça o que você faz, você conhece a si mesmo
Você praticou cerca de umas mil de vezes
Desabou uma ou duas vezes, agora não é nada
Oportunidade sempre significou, você sabe,
Se levantar novamente na crise da vida
Você disse que está indo em uma viagem para o céu
Rapidamente, faça sua mala

Não pare, você continua tendo muito o que fazer
Olhe para a foto de seus pais que zelam por você
Você é o espelho de seus dongsaengs, bem como a estrela de sua família
Eu não devo dormir
Para que eles possam dormir confortavelmente
Ei, seu retardado, não seja tão óbvio
Permaneça forte, eu sei, mesmo se você estiver só
Você precisa suportar isso
Suas lágrimas estão caindo? Seu desgraçado
Pare de chorar e levante-se de novo, é sua responsabilidade

Eh, quando eu não queria ver nada,
Eu forcei meus olhos a se abrirem porque
Eu apenas temia
Porque de repente fiquei com medo, eh oh
Eh, quando eu não queria dizer nada
Eu propositadamente levantei minha voz porque
Não há nenhuma outra razão
Eu temo, eu temo

Eu disse isso como um hábito
“Eu sempre confio em mim”
“Não há nenhum adversário”
Mas o inimigo estava no meu espelho
Devo ter perdido a cabeça por causa da luta contínua
Eu me matei
Minha mãe se tornou cautelosa comigo

Para receber a atenção do público, eh
Para viver dentro das CCTV (câmeras de TV)
Cavei em um lugar até o ponto de morrer
O fato de que isso poderia se tornar a minha sepultura
Me assusta
Pai, se você está olhando para mim
Me diga a resposta
Eu sou muito jovem e frágil para ser um adulto
Ainda não sei o caminho
Agora eu sei que machuca demais
Ficar me batendo por causa de algo
Talvez seja tarde demais
Para ficar me castigando estupidamente
Existem muitas feridas que não se fecharão

Eh, quando eu não queria ver nada,
Eu forcei meus olhos a se abrirem porque
Eu apenas temia
Porque de repente fiquei com medo, eh oh
Eh, quando eu não queria dizer nada
Eu propositadamente levantei minha voz porque
Não há nenhuma outra razão
Eu temo, eu temo

Eu sou grato por tudo
Ignorando minha religião
Desde os diretores corruptos
Que tentaram usar esse garoto há 6 anos atrás
Até a minha atual agência que me resgatou
Pelos inúmeros concorrentes que me permitiram estar nessa fase
Pelo meu tio no céu, que me ensinou a viver como homem
Pela minha família, meus ombros
Até mesmo aos meus membros, que são como irmãos
Eu vou receber consolo somente por hoje e
A partir de amanhã, vou ser maduro em vez de ser covarde
Amo vocês

Eh, quando eu não queria ver nada,
Eu forcei meus olhos a se abrirem porque
Eu apenas temia
Porque de repente fiquei com medo, eh oh
Eh, quando eu não queria dizer nada
Eu propositadamente levantei minha voz porque
Não há nenhuma outra razão
Eu temo, eu temo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *