Pricked

Pricked

Letra: Mino | Composição: Mino, Kang Wookjin | Arranjo: Kang Wookjin

Por favor, me abandone, sem dizer uma palavra
Por favor, feche esses lindos lábios, pare de me incomodar
Sem os traços que eram tão bonitos que podiam engolir a escuridão. Essa saudade me dá dor, é isso que você queria?

Para mim, para mim, por que, por que
Quando você vai me deixar?
Você, você, por que, porque
Meu coração, que costumava ter você, agora tem espinhos de amor
Esses são os traços que você me deixou?
Posso não ver você novamente?
Onde está você?
Você, quem eu não posso tocar
Devemos parar por um momento?
Dói ao ponto em que eu não consigo suportar
Os espinhos do amor me furaram
Me mate
Assim não irei lhe esquecer nesta dor

Mesmo quando somos maduros enquanto apaixonados
Após a despedida, ay, ay, ay
Eh eh eh eh eh eh
Mesmo se eu culpar você, que partiu
Sou eu quem está sofrendo
Como um efemeróptero¹
Não tem mais sentido²
Você se tornou um sonho que eu não posso mais sonhar
Eu me tornei um silêncio para você³
Eu me tornei um fôlego que não pode ser respirado confortavelmente
Ainda não consigo esquecer os seus traços, o seu abraço
Eu ainda abraçaria espinhos, mas agora você está no topo de uma colina que eu não vejo
O sangue que os meus pés deixam enquanto eu sigo
Eu ainda digo adeus e o meu coração ainda chora
Não deixe coisas comigo agora
Leve tudo

Para mim, para mim, por que, por que
Quando você vai me deixar?
Você, você, por que, porque
Meu coração, que costumava ter você, agora tem espinhos de amor
Esses são os traços que você me deixou?
Posso não ver você novamente?
Onde está você?
Você, quem eu não posso tocar
Devemos parar por um momento?
Dói ao ponto em que eu não consigo suportar
Os espinhos do amor me furaram
Me mate
Assim não irei lhe esquecer nesta dor

Mesmo quando somos maduros enquanto apaixonados
Após a despedida, ay, ay, ay
Eh eh eh eh eh eh
Mesmo se eu culpar você, que partiu

Se existir uma oportunidade, não volte para mim
Você sabe que isso acontecerá novamente

Nós iremos ter as mesmas conversas como antes
E fazer promessas sem sentido
E deixar para trás a mentira do ‘para sempre’
Nós dois iremos ficar sozinhos novamente

Eu tenho espinhos de amor
Esses são os traços que você me deixou?
Posso não ver você novamente?
Onde está você?
Você, quem eu não posso tocar
Devemos parar por um momento?
Dói ao ponto em que eu não consigo suportar
Os espinhos do amor me furaram
Me mate
Assim não irei lhe esquecer nesta dor


¹ Em coreano, ‘inseto que vive apenas por um dia’
² Em coreano, ‘moo-ee-mi’
³ Em coreano, ‘silêncio’ é ‘moo-eun’, que soa parecido com ‘moo-ee-mi’ – ‘sem sentido em coreano’

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *